domingo, 13 de agosto de 2017

Autismo



Autismo
Valério Romão e Alez Gozblau (ilustrações)
Abysmo (2012)

Um livro que no seu título deixa prever o conteúdo.  De certa forma se enquadra num relato ficcional que, progressivamente e de modo surpreendente, nos revela um quotidiano de uma família através de episódios alternados no espaço e no tempo, também com alternância de narradores onde as personagens vão reagindo.
Alterna entre a rotina dos dias de sufoco face à problemática central, interrompido por um episódio que acompanha todo o enredo: a sala de espera de urgências de um hospital, um espaço confinado, quase claustrofóbico, mas onde se expõe os medos e detalhes de vida fragilizadas e pouco agradáveis provocadas pela dor. A dor tudo muda, mesmo as convicções mais enquistadas na consciência “(pág. 56).
Inteligentemente arquitectado, um livro que aborda a dor e o vazio numa viagem transformadora numa busca de esperança. Anseio de um futuro diferente que o presente prevê. Um relato de saber lúcido sobre as coisas e o equacionar de atitudes num humor ténue mas fulcral.
Escrito no masculino, talvez por isso a ausência do amor incondicional, revela a escrita intensa de quem obviamente viveu a experiência na primeira pessoa, com a autenticidade e intensidade do incomodo, o peso e as ruínas de uma vida em comum.
O autor não é polido nem generoso no uso das palavras, usa-as na amargura de quem vive em estado de luto, não aborda o sucesso nem a felicidade dos bons momentos, mas sim a crua verdade da dor violenta, visceral num conhecimento autobiográfico (?) do drama de um sonho incorruptível.
Um futuro desenhado de encanto, arremessado inconstantemente pelo desejo de alterar o passado, num ambiente kafkiano de uma dor profunda e irreversível. 
As ilustrações de Alez Gozblau constituem o hall de entrada para a leitura, remetem-nos para o mundo bucólico, introvertido e das restrições preferenciais do autismo, ilustrações próximas do realismo fotográfico que nos abrem a porta de uma narrativa incómoda mas atilada. 
Pedaços de vidas que permanecem connosco após a sua leitura. Percebemos a dor mas não totalmente, pois será sempre ficção para quem tente sequer imaginar ou percepcionar o caos e o luto de um filho construído mentalmente no ideal dos nossos sonhos. 



Elvira Cristina Silva

                                                                                                      (junho 2016) - página 50)


sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Para Além do Óbvio - Histórias Sociais -Propostas de intervenção para a melhoria das competências pragmáticas de jovens e adultos com deficiência intelectual


Para Além do Óbvio – Histórias Sociais
Propostas de intervenção para a melhoria das competências pragmáticas de jovens e adultos com deficiência intelectual

Texto de Ana Catarina Santos e Susana Gomes
Ilustração de Carla Martins

Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Coimbra (2015)

Como se pode ler no subtítulo desta publicação, esta apresenta propostas de intervenção que visam proporcionar um desempenho mais eficiente dos indivíduos com deficiência intelectual, nomeadamente ao nível da comunicação nos vários diferentes contextos de vida quotidiana. 
Na construção base deste projeto, as autoras, ambas terapeutas da fala, reside a preocupação em construir ferramentas eficazes na intervenção ao nível da comunicação, em particular no domínio da pragmática. 
Partindo do pressuposto de que em cada contexto se vivencia o que se observa do mundo, as autoras referem que é em muitos casos, no impacto do currículo oculto que as mutações comunicativas se manifestam como barreiras ao nível das interações sociais. 
Desenvolvendo capacidades linguísticas em função do contexto comunicativo, esta publicação explana vinte e nove registos comunicativos diferenciados da vida diária, (por exemplo, cumprimentar alguém, interromper alguém, a utilização do dinheiro, ir ao supermercado, entre outros), facilmente identificados no índice paginado numericamente e por código de cores, facilitando bastante a sua consulta. 
Na introdução da obra encontramos um enquadramento teórico, remetendo para a existência de uma bibliografia final, bem como esclarece a pertinência da obra, na qual, de modo prático, se aborda possíveis utilizações das várias histórias sociais.  Estas, constituem-se por textos escritos na perspetiva do utilizador, apresentadas de modo simples e explicita, acompanhadas pela utilização de símbolos pictográficos, descrevendo e explicitando comportamentos comunicativos mais adequados em diferentes situações sociais, no propósito de aumentar a independência e autonomia comunicativa, possibilitando assim, maior capacidade de escolha e de iniciativa. 
As ilustrações da capa e dos separadores dos vários contextos apresentados, são de  Carla Martins que frequenta o Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da APPACDM de Coimbra desde 1991, onde integra a área de pintura, uma das suas grandes áreas de interesse. 
Em cada separador existe a ilustração original, mote de inspiração para a ilustradora. De linha contínua, a preto, o traço livre e curvo manifesta-se bastante expressivo como é logo visível na capa.  
Uma ferramenta prática, facilitadora para os intervenientes educativos e outros grupos profissionais,  facilmente adaptável a crianças, jovens e adultos que revelem fragilidades ao nível das competências comunicativas. A sua utilização permite uma progressiva autonomia ao nível da comunicação, permitindo um enquadramento diferenciado e ajustado para uma maior amplitude social na interação comunicativa. 


Elvira Cristina Silva



(dezembro 2016) - página 45)
in Newsletter 105 Pin - Pró-Inclusão (dezembro 2016) página 9

domingo, 21 de maio de 2017

Os Ilusionistas apresentam: SEM MANEIRAS DE MORRER

Os ilusionistas voltam ao palco já nos próximos dias 
26, 27 e 28 maio
sexta e sábado, 21h30
domingo, 17h00
Estamos apenas três dias em cena! RESERVEM!
Casa do Coreto
Rua Neves Costa, 45
1600-532 Lisboa
938 018 777 - 966 046 448
OS ILUSIONISTAS APRESENTAM
SEM MANEIRAS DE MORRER
Prepare-se para o velório mais original a que alguma vez assistiu: além de uma família muito (mas mesmo muito) materialista e de amigos estranhíssimos, irá conhecer alguns segredos do “falecido”, e surpreender-se com tudo o que acontece “noutra dimensão”.
A realidade também lá cabe, assim como confissões de assassinos, últimas vontades, o último grito da moda, galinhas, uma coelha e muita festa...
Se precisa de ver para crer, não queira faltar a este velório!
Após a estreia com “A ideia é apenas uma ideia” – na Cornucópia, em 2015, Os Ilusionistas seguem o seu percurso de criação coletiva com este segundo trabalho, “SEM MANEIRAS DE MORRER”.
Os ilusionistas são: Elvira Cristina Silva; Filipa Maldonado Reis; Isabel Coruche; Jorge Silva; Lina Paula Pinto; Paulo Almeida e Vitória Pato.
Encenação de Lina Paula Pinto.
Texto: Criação coletiva.
Música e Sonoplastia: Gustavo Almeida.
Vídeos, fotos e contra regra: Raquel Reis.
Luzes: Maria João Trindade
Maquilhagem e participação especial: António Campos
Cartaz: João Ricardo.









sábado, 20 de maio de 2017

terça-feira, 7 de março de 2017

30 anos, 30 pessoas, 30 histórias

30 anos, 30 pessoas, 30 histórias

Textos de Teresa Ribeiro e Ana Rita Ramos

Ilustração: Rachel Caiano

Have a Nice Day (2015)






Quem trabalha na área da educação, e em particular na área da intervenção precoce e/ou educação especial, decerto já ouviu alguma vez falar da AFID – Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente.
Eu já tive o privilégio, de, em diferentes contextos, conhecer e participar em algumas iniciativas desta associação. Localizada na Amadora, consagra-se fundamental, não só no concelho onde se insere, bem como rentabiliza as suas sinergias polarizando outros parceiros sociais.
Na comemoração dos trinta anos da sua existência, editado pela Have a Nice Day, com textos de Ana Rita Ramos e Teresa Ribeiro; Design de Mário C. Pedro; Fotografias da AFFFP (Agência Fotográfica Filipe Pombo) e ilustrações de Rachel Caiano, esta publicação conta com, precisamente, trinta testemunhos de pessoas que com esta instituição de algum modo se cruzaram.
Numa publicação restrita de alguns exemplares, com encadernação de capa dura, de cento e vinte sete páginas, num modo muito simples, atrativo  e despretensioso a sua leitura/consulta remete-nos para a forma de funcionamento desta associação acompanhadas do olhar estético das ilustrações da Rachel Caiano que animam os depoimentos de parceiros e individualidades ao longo de sete capítulos que de certo modo acompanham o percurso da instituição, atividades e perspetiva de futuro.


Elvira Cristina Silva

in: Newsletter nº 104 Pin (dezembro 2016) página 9

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Elvira & Cª - Este sábado na Ludobiblioteca da Parede


"Algibeirices"
Kal And Raka à solta pelos livros contam estórias puxadas de algibeiras, 
tão repletas são de mil e um artigos
que a todos vós parecem verdadeiros. Confusos? 
De todo, não se sintam perdidos com semelhante trio de perder as estribeiras.

Escola EB Parede, Rua Almeida Garrett,, Bairro Octaviano, Parede

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Índice Médio de Felicidade

Índice Médio de Felicidade
David Machado
Dom Quixote (2013)

Se há livros que aumentam a nossa felicidade literária, este é sem caso para dúvida, um deles. E há livros que para além de serem casos excepcionais é difícil falar deles. Não se explica, lê-se e entranha-se. Recomenda-se. Deveria ser suficiente dizer: é obrigatório ler. Assim e pronto.
É mesmo assim, porque falar deste livro não permite revelar o que se sente depois da sua leitura. David Machado convida-nos a uma viagem, o título, por si só apelativo, uma carrinha e uma pequena sinopse na capa que nos avisa que o protagonista principal Daniel tem vontade de refazer a sua vida que parece estar num colapso. Dando-nos um pequeno rasgo de esperança: “Porque sem futuro, o presente não faz sentido” .
Deste modo, após o convite inicial, entramos no livro de capa amarela, soalheira, e entrando, considera-se provavelmente que se trata de um romance sobre uma viagem. E claro, não estamos enganados, mas não é uma viagem qualquer, é uma aventura preciosa.
Vive-se a narrativa comovente de um personagem, percorrendo toda uma labiríntica peripécia de vida, acompanhada com um toque de ironia e humor. O leitor é seduzido pelo registo do plano diário do protagonista que tudo planeia. A sensação da vida organizada, planeada matematicamente, mas que a crise tudo muda. E como reagir numa adaptação às mudanças, procurando sentido para a existência?
A busca da satisfação para com a vida, na voz do protagonista, narrador, sentimo-la como que na nossa pele. Que objetivos estabelecer na vida, que faça sentido? O que move o individuo para ser solidário com os outros?
Não adianta falar do enredo. Só lendo nos permite o desafio das nossas vivências e de forma metafórica espelharmo-nos na vida e nos enredos do personagem. Tal como ele, a maioria de nós, faz planos e assegura-se da rotina diária. Mas como reagimos às adversidades e à indecifrável forma de viver o futuro?
Razões mais do que evidentes que me obrigam a escrever sobre este livro, a recomendar que o leiam. É injusto não o fazer. Tem que ser lido para o sentirem na epiderme.

Em abril de 2015, esta obra recebeu o Prémio da União Europeia para a Literatura na Feira do Livro de Londres, este mês é vencedor do Prémio Libro d'Europa do Festival de Salerno.

Encontrar o índice médio de felicidade pode estar na leitura deste livro.


Elvira Cristina Silva
in: Newsletter Pró-Inclusão nº 100 - pág 7
https://gallery.mailchimp.com/c51779258ed6a5714505b7438/files/News100_jul2016.pdf

Leituras

Leituras
Os livros que se seguem apresentam as minhas opiniões sobre os mesmos. Exclusivamente o meu "ponto de vista". EC

Para além do óbvio- Histórias sociais

Para além do óbvio- Histórias sociais
Clicar na imagem para ler o post

Autismo

Autismo
clicar na imagem para ler o post

30 anos, 30 pessoas, 30 histórias

30 anos, 30 pessoas, 30 histórias
clicar na imagem para ler o post

Índice médio de felicidade

Índice médio de felicidade
clicar na imagem para ler o post

Eu até sei voar

Eu até sei voar
clicar na imagem para ler o post

Mágoas da Escola

Mágoas da Escola
clicar na imagem para ler o post

CINCO PAIS NATAIS E TUDO O MAIS

CINCO PAIS NATAIS E TUDO O MAIS
clicar na imagem para ler o post

Deixa-me entrar

Deixa-me entrar
clicar na imagem para o post

Caderno de Tóquio

Caderno de Tóquio
clicar na imagem para ler o post

Le goût des glaces

Le goût des glaces
clicar na imagem para ler o post

Não os desiludas - histórias da escola

Não os desiludas - histórias da escola
clicar na imagem para ler o post

Eu quero Amar, Amar perdidamente

Eu quero Amar, Amar perdidamente
clicar na imagem para ler o post

A ferramenta que faz os contos

A ferramenta que faz os contos
Clicar na imagem para ler o post

A arte de ensinar

A arte de ensinar
clicar na imagem para ler o post

O Futuro da Escola Pública

O Futuro da Escola Pública
clicar na imagem para ler o post

A inclusão nas escolas

A inclusão nas escolas
clicar na imagem para ler o post

Crianças em Risco VOL 4

Crianças em Risco VOL 4
clicar na imagem para ler o post

A vida na porta do frigorífico

A vida na porta do frigorífico
clicar na imagem para ler o post

O mundo segundo BOB

O mundo segundo BOB
clicar na imagem para ler o post

A Saga de um Pensador - O Futuro da Humanidade

A Saga de um Pensador - O Futuro da Humanidade
clicar na imagem para ler o post

A intuição leitora, a intuição narrativa

A intuição leitora, a intuição narrativa
clicar na imagem para ler o post

Tu tens direito

Tu tens direito
clicar na imagem para ler o post

Políticas educativas em Portugal

Políticas educativas em Portugal
Clicar na imagem para ler o post

Mafaldisses - crónica sobre rodas...

Mafaldisses - crónica sobre rodas...
clicra na imagem para ler o post

Todas as cores do vento

Todas as cores do vento
clicar na imagem para ler o post

Prisioneiro em mim

Prisioneiro em mim
clicar na imagem para ler o post

Crónicas do avó Chico

Crónicas do avó Chico
cliacar na imagem para ler o post

PSICOMOTRICIDADE – Jogos facilitadores de aprendizagem

PSICOMOTRICIDADE – Jogos facilitadores de aprendizagem
Clicar na imagem para ler o post

Fala Comigo

Fala Comigo
clicar na imagem para ler o post

Sara, A Luz

Sara, A Luz
clicar na imagem para ler o post

Indisciplina Na Escola

Indisciplina Na Escola
clicar na imagem para ler o post

O quarto de Jack

O quarto de Jack
clicar na imagem para ler o post

A Magia das chaves

A Magia das chaves
clicar na imagem para ler o post

Gaudi, um romance

Gaudi, um romance
clicar na imagem para ler o post

o ladrão de Sombras

o ladrão de Sombras
clicar na imagem para ler o post

Partes de mim

Partes de mim
clicar na imagem para ler o post

História de uma esquizofrenia - Jérémy, sua família, a sociedade

História de uma esquizofrenia - Jérémy, sua família, a sociedade
clicar na imagem para ler o post

Maria e Eu

Maria e Eu
clicar na imagem para ler o post

Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!

Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!
clicar no post para ler a imagem

Rafeiro Perfumado: "Are you ladrating to me?!?"

Rafeiro Perfumado: "Are you ladrating to me?!?"
Clicar na imagem para ler o post

"Rafeiro Perfumado: a minha vida dava um blog"

"Rafeiro Perfumado: a minha vida dava um blog"
Clicar na imagem para ler o post

O menino de Cabul

O menino de Cabul
clicar na imagem para ler o post

A Educação na Finlândia: Os segredos de um sucesso

A Educação na Finlândia: Os segredos de um sucesso
Clicar na imagem para ler o post

"Aproveitem a vida"

"Aproveitem a vida"
Clicar na imagem para ler o post

"Olha-me nos Olhos"

"Olha-me nos Olhos"
Clicar na imagem para ler o post

"Einstein nunca amou"

"Einstein nunca amou"
Clicar para ler o post

"Mais alto do que as palavras"

"Mais alto do que as palavras"
Clicar para ler o post

Temos de falar sobre o Kevin

Temos de falar sobre o Kevin
clicar na imagem para ler o post

Os Mistérios do Sono

Os Mistérios do Sono
Clicar na imagem para ler o post

Quem mexeu no meu queijo

Quem mexeu no meu queijo
Clicar na imagem para ler o post

Aprender Juntos para Aprender Melhor

Aprender Juntos para Aprender Melhor
clicar na imagem para ler o post

A criança que não queria falar

A criança que não queria falar
clicar na imagem para ler o post

Domesticar a hiperactividade e o défice de atenção

Domesticar a hiperactividade e o défice de atenção
clicar na imagem para ler o post

Síndroma de Down: Leitura e Escrita

Síndroma de Down: Leitura e Escrita
clicar para ler o post

Inclusão - Um guia para Educadores e Professores

Inclusão - Um guia para Educadores e Professores
clicar na imagem para ler o post

O jardim de infância e a família

O jardim de infância e a família
clicar para ler o post

Organização da componente de Apoio à Familia

Organização da componente de Apoio à Familia
clicar na imagem para ler o post

Contributos para o estudo das práticas de Intervenção Precoce em Portugal

Contributos para o estudo das práticas de Intervenção Precoce em Portugal
clicar na imagem para ler o post

O segredo das crianças felizes

O segredo das crianças felizes
Clicar na imagem para ler o post

Crianças (e pais) em risco

Crianças (e pais) em risco
Clicar para ler o post

Comportamentos e estratégias de actuação na sala de aula

Comportamentos e estratégias de actuação na sala de aula
clicar para ler o post

Educar com os pais

Educar com os pais
clicar na imagem para ler o post

A Criança e o Medo de Aprender

A Criança e o Medo de Aprender
clicar na imagem para ler o post

Hiperatividade Eficaz

Hiperatividade Eficaz
clicar na imagem para ler o post

A criança e o psicólogo

A criança e o psicólogo
clicar na imagem para ler o post

A matemática no pré escolar

A matemática no pré escolar
clicar para ler o post

A experiência motora no meio aquático

A experiência motora no meio aquático
clicar na imagem para ler o post

Problemas de alimentação na criança

Problemas de alimentação na criança
clicar na imagem para ler o post

A Intervencão Precoce e a criança com Síndrome de Down

A Intervencão Precoce e a criança com Síndrome de Down
clicar na imagem para ler o post

Educar, promover, emancipar - os contributos de Paulo Freire e Rui Grácio para uma Pedagogia Emanci

Educar, promover, emancipar - os contributos de Paulo Freire e Rui Grácio para uma Pedagogia Emanci
clicar na imagem para ler o post

Da investigação às práticas

Da investigação às práticas
clicar na imagem para ler o post

Valores Educativos, Cooperação e Inclusão autor: Ramos Leitão(Salamanca 2010)

Ouvindo o silêncio

O estranho caso do cão morto

Mal entendidos